Atendemos todo o Brasil -
011 3101-2261

M.E.B. Advocacia

Publicações

O que são Recursos Administrativos para Concursos Públicos?

Uma das muitas dúvidas inerentes aos concursos públicos são relacionadas ao Recurso Administrativo.
É importante que o candidato conheça seus direitos, assim como o significado das nomenclaturas exatas para cada etapa do processo do qual participa.
Em um concurso público cabem inúmeros recursos administrativos, quando os candidatos se veem prejudicados em alguma das etapas do processo. Esses recursos, como a própria nomenclatura diz, se consubstanciam no ato de recorrer de uma decisão ou resultado que supostamente esteja incorreto e tenha lesado o candidato de alguma forma.
Para mais detalhes sobre definições e tipos de recursos, Clique Aqui. 

 

Mas qual a diferença entre recurso administrativo e recurso judicial?

A diferença essencial entre recurso administrativo e recurso judicial está no contexto em que são cabíveis e nas autoridades responsáveis por sua análise. O recurso administrativo é utilizado dentro da administração pública, como nos casos de concursos, para contestar decisões administrativas. Pode ser um documento dissertativo que pede a revisão da prova ou decisões pertinentes à eliminação do candidato que se sentiu lesado. Quanto ao recurso judicial, é apresentado perante tribunais para contestar decisões judiciais, é uma parte de um processo na esfera judicial em uma ação contra o concurso, por exemplo. Ambos são meios legais de buscar revisão ou contestação de decisões, mas operam em esferas diferentes do sistema.

 

Como posso entrar com Recurso Administrativo em um concurso público?

Devido ao alto número de recursos administrativos, as bancas costumam liberar um gabarito preliminar, já prevendo tempo hábil para os possíveis recursos. Em geral, esse prazo é de 48 horas.
Para entrar com um recurso administrativo em um concurso público você geralmente precisa observar o seguinte:
  • Leitura do Edital: O primeiro passo é ler atentamente todo (todo mesmo) o edital do concurso. O edital contém informações essenciais sobre o processo seletivo, incluindo os critérios de avaliação, prazos, procedimentos para recursos e outras regras importantes. Certifique-se de compreender as normas e requisitos específicos do concurso.
  • Identificação do Motivo do Recurso: Identifique claramente o motivo pelo qual deseja apresentar o recurso. Isso pode incluir a contestação de questões da prova, a revisão da nota, a anulação de questões, entre outros motivos.
  • Prazo para Recurso: Verifique o prazo estabelecido pelo edital para a apresentação do recurso. É crucial cumprir o prazo, pois, em geral, recursos apresentados fora do prazo não são aceitos.
  • Elaboração do Recurso: Escreva o recurso de forma clara, objetiva e fundamentada. Explique o motivo do recurso de maneira detalhada e inclua argumentos consistentes e embasados em critérios legais ou regulamentares. Use uma linguagem formal e evite linguagem ofensiva.
  • Documentação: Se houver documentos, como provas ou evidências que sustentem o seu recurso, anexe-os de acordo com as instruções do edital.
  • Protocolo: Geralmente, os recursos são apresentados de forma eletrônica, por meio do site da organizadora do concurso. Siga as instruções específicas fornecidas pelo edital para protocolar o seu recurso, incluindo o preenchimento de formulários online, se necessário.
  • Acompanhamento: Após a apresentação do recurso, acompanhe o status dele. Você pode receber um número de protocolo ou um comprovante de envio que servirá como comprovante da apresentação do recurso.
  • Resultado: Aguarde o resultado do recurso. A banca examinadora ou a comissão organizadora do concurso revisará o seu recurso e emitirá uma resposta.
  • Avaliação da Resposta: Quando receber a resposta do recurso, avalie-a cuidadosamente para verificar se a sua solicitação foi atendida. Em alguns casos, o pedido pode ser deferido e a situação revisada. Em outros casos, o pedido pode ser indeferido.

.

E quando o edital não prevê a possibilidade de recurso administrativo contra alguma das etapas do concurso público?

Neste caso temos um artigo especial par este tema. Clique aqui para ler.
É essencial seguir as instruções fornecidas no edital do concurso em que você está participando, pois os procedimentos e prazos podem variar.
É primordial ser objetivo e fundamentar bem o recurso administrativo, pois isso aumenta as chances de obter um resultado favorável. Nosso escritório conta com os melhores advogados da área para solucionar esses problemas, que afetam os candidatos de concursos públicos, com agilidade.
Para esclarecer dúvidas relacionadas a cada etapa dos concursos, preparamos o seguinte material contendo dicas sobre como agir caso se sinta lesado.

 

Recurso Administrativo: Provas e Gabarito

Um recurso administrativo contra o gabarito de um concurso público é uma forma de contestar a correção das questões da prova quando se acredita que houve erro na formulação das questões, na aplicação do gabarito ou na correção das respostas dos candidatos.
Situações que cabem recurso:
Prova Objetiva
Inconsistência no Gabarito Preliminar: O gabarito preliminar desempenha um papel crucial ao permitir que os candidatos identifiquem possíveis erros nas provas objetivas. Portanto, é de extrema importância acessá-lo e examinar minuciosamente cada resposta. Uma questão anulada nesta fase pode ter um impacto significativo nos resultados finais do concurso.
Erros nas questões da prova
Uma das principais razões para a apresentação de recursos em provas de concurso é frequentemente associada a erros em questões. Esses erros podem ocorrer na estrutura, como a troca de letras na alternativa correta, ou na formulação da questão, resultando em ambiguidade na resposta ou na apresentação de duas alternativas corretas (ou nenhuma), por exemplo.
Cobrança de matéria fora do conteúdo programático
É igualmente importante observar a correspondência entre o que foi mencionado no edital e o conteúdo efetivamente abordado nas provas. Quando um tópico não foi previamente anunciado, isso pode prejudicar a preparação do candidato e serve como base para recursos e a possível anulação de questões
Prova Discursiva
Nas provas discursivas, a mesma diretriz se aplica às provas objetivas: qualquer conteúdo solicitado deve estar expressamente mencionado no edital. Caso contrário, a questão pode ser considerada passível de anulação.
Ausência de Critérios Objetivos na Correção das Provas Discursivas:
Os critérios utilizados na correção das provas discursivas costumam variar consideravelmente entre as bancas examinadoras. Portanto, é fundamental estar atento ao que está claramente estipulado no edital e comparar o gabarito oficial com suas próprias respostas. Dado que os critérios nem sempre são objetivos, ao recorrer, existe a possibilidade de que o texto seja reavaliado por outro avaliador e receba uma avaliação mais favorável.
Falta de Indicação ou Justificação na Correção das Provas
Uma situação lamentavelmente comum, mas passível de recurso, é a falta de indicação ou justificação na correção das provas discursivas. Isso se refere à ausência de uma explicação que detalhe por que o candidato recebeu uma pontuação baixa. Assim ele fica sem entender porque foi descontado ou qual foi seu erro — o que acaba prejudicando também a argumentação do recurso.
Recurso Administrativo: Perícia Médica
O recurso administrativo contra uma decisão relacionada à perícia médica é uma medida que pode ser adotada quando o candidato discorda do resultado da avaliação ou quando acredita que houve erro ou injustiça na avaliação de sua aptidão física ou mental. É importante reunir  todos os registros médicos, laudos, exames e  documentação que possa comprovar sua aptidão física ou mental. Essa documentação é essencial para sustentar seu recurso. Consultar um especialista pode ser útil para obter uma segunda opinião e esse pode fornecer um parecer técnico que respalde seu recurso. A Assistência Jurídica é fundamental em situações mais complexas como um recurso nessa etapa. Um advogado especializado em concursos públicos pode avaliar a viabilidade de contestar a situação em esfera administrativa ou judicial, o que se torna determinante para  sucesso no processo.
Recurso Administrativo:  Investigação Social
O recurso administrativo relacionado à investigação social em um concurso público é uma medida que permite ao candidato contestar decisões baseadas em informações coletadas durante a análise de seu histórico pessoal. Tais investigações são conduzidas para avaliar a conduta moral e social do candidato em relação aos requisitos do cargo. Ao apresentar um recurso, o candidato busca esclarecer ou contestar qualquer informação que possa ter sido interpretada de maneira inadequada ou injusta, consequentemente garantindo uma avaliação justa e precisa de sua idoneidade para o cargo em questão.
Recurso Administrativo: Teste de Aptidão Física
O recurso administrativo relacionado ao teste de aptidão física (TAF) em um concurso público permite que o candidato conteste os resultados dessa avaliação quando discorda da pontuação ou considera que houve erro na sua aplicação. Ao apresentar um recurso nesse contexto, o candidato busca uma revisão imparcial do desempenho no TAF, fornecendo argumentos e evidências que justifiquem a necessidade de reconsideração, visando garantir uma avaliação justa de sua aptidão física para o cargo pretendido.

.

Solução Jurídica para Recursos Administrativos: MEB Advocacia

A MEB Advocacia é uma referência sólida e confiável no mercado de recursos contra concursos públicos, com uma trajetória de 20 anos de dedicação e excelência em seu trabalho. Ao longo de duas décadas, a MEB estabeleceu-se como um parceiro incansável para aqueles que buscam justiça em processos seletivos, oferecendo suporte jurídico especializado e soluções eficazes. Sua vasta experiência e equipe altamente qualificada tornam a MEB Advocacia uma escolha natural para aqueles que buscam o auxílio de profissionais comprometidos e experientes na defesa de seus direitos em concursos públicos. Para nos contatar, Clique Aqui.

 

 



Você está procurando uma advocacia especializada em concursos públicos?

Fale Conosco Agora
Como funciona a desistência de nomeado e nomeação do próximo ao cargo?

A jornada de um concurso público não termina com a aprovação; ela segue um caminho que inclui a



ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM CONCURSO PÚBLICO

Chamar no Whatsapp