Atendemos todo o Brasil -
011 3101-2261

M.E.B. Advocacia

Publicações

Nova procuradora-geral da República presta homenagem à ministra Rosa Weber em sua última sessão à frente do STF

Sessão plenária desta quarta-feira (27) foi a primeira de Elizeta Ramos como PGR, representando o MPF no Supremo
Fotografia mostra a ministra Rosa Weber e a procuradora-geral da República Elizeta Ramos no plenário do Supremo Tribunal Federal.

Foto: Leobark Rodrigues/Comunicação/MPF

A sessão plenária do Supremo Tribunal Federal (STF) desta quarta-feira (27) foi a primeira sessão em que a nova procuradora-geral da República, Elizeta Ramos, representou o Ministério Público Federal no STF, além de ter sido a sessão de despedida de Rosa Weber como presidente da Corte.

 

Na ocasião, a PGR exaltou o trabalho desenvolvido pela ministra durante a carreira jurídica, em especial a atenção dedicada às pautas voltadas aos direitos humanos. Ainda, exaltou a importância de Weber como a terceira mulher a ocupar uma cadeira no Supremo e seus esforços em prol da equidade de gênero nas instituições.

 

A procuradora-geral ainda ressaltou a vida de Rosa Weber dedicada à magistratura, tendo percorrido todas as instâncias da Justiça Trabalhista, tornando-se a terceira mulher a chegar à Suprema Corte quando já estava no Tribunal Suerior do Trabalho. Ressaltou também o fato de a ministra ter integrado e presidido o Tribunal Superior eleitoral em momento singular de exaltação ideológica e acentuada polarização, durante as eleições gerais de 2018.

 

Elizeta Ramos destacou ainda a atuação da ministra na presidência da corte desde setembro de 2022, num momento especialmente delicado da vida nacional. “Firme e destemida, enfrentou com sobriedade os episódios de 8 de janeiro, na defesa intransigente da democracia brasileira”, ressaltou.

 

“Cumprindo seu dever perante a nação, Vossa Excelência se despede da crreira pública de quase cinco décadas deixando um legado de defesa da democracia, dos direitos das mulheres, dos povos indígenas, da saúde pública, do meio ambiente entre outros. Em toda sua carreira honrou a Justiça brasileira com sua estabilidade de espírito, dignidade e firmeza inabalável na defesa dos princípios constitucionais e do estado democrático de direito”, concluiu a PGR.

 

A ministra Rosa Weber deixa o Supremo ao completar 75 anos, na próxima segunda-feira (2), após 12 anos dedicados à Corte Constitucional.

 

Fonte: Procuradoria-  Geral da República


MEB Advocacia Especializada em Concursos Públicos



Você está procurando uma advocacia especializada em concursos públicos?

Fale Conosco Agora
Como funciona a desistência de nomeado e nomeação do próximo ao cargo?

A jornada de um concurso público não termina com a aprovação; ela segue um caminho que inclui a



ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM CONCURSO PÚBLICO

Chamar no Whatsapp