Atendemos todo o Brasil -
011 3101-2261

M.E.B. Advocacia

Publicações

Decisão INSS: o que fazer quando o pedido segue pendente

O acerto pós-perícia é um procedimento realizado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para regularizar a situação cadastral ou vínculos e remunerações do segurado que solicitou benefício previdenciário.

 

Esse procedimento é realizado após a produção da perícia médica, que é a etapa responsável por avaliar a incapacidade do segurado para o trabalho.

 

Quando o pedido de benefício é aprovado, o INSS deve iniciar o pagamento do benefício no prazo de 30 dias. No entanto, em alguns casos, o pedido pode ser pendente por um período maior, devido à necessidade de realização do acerto pós-perícia.

 

Quais são as causas do acerto pós-perícia do INSS?

 

As principais causas do acerto pós-perícia são:

Inconsistências no cadastro do segurado: o INSS pode identificar inconsistências no cadastro do segurado, como informações desatualizadas ou incompletas. Nesse caso, o segurado será notificado para apresentar os documentos necessários para atualização do cadastro.

 

Irregularidades nos vínculos empregatícios: o INSS pode identificar irregularidades nos vínculos empregatícios do segurado, como falta de recolhimento de contribuições previdenciárias. Nesse caso, o segurado pode ser notificado para apresentar documentos comprobatórios da regularidade dos vínculos.

 

Dúvidas sobre a incapacidade do segurado: o INSS pode ter dúvidas sobre a incapacidade do segurado para o trabalho. Nesse caso, o segurado pode ser convocado para uma nova perícia médica.

O que o segurado deve fazer quando o pedido no INSS segue pendente?

 

Quando o pedido de benefício está pendente por um período maior, o segurado deve acompanhar o andamento do processo pelo Meu INSS ou pelo telefone 135. O segurado também pode solicitar informações sobre o andamento do processo pelo e-mail do INSS.

 

Se o pedido estiver pendente por causa de inconsistências no cadastro ou irregularidades nos vínculos empregatícios, o segurado deve apresentar os documentos solicitados pelo INSS no prazo informado. Se o segurado não apresentar os documentos no prazo, o pedido poderá ser indeferido.

 

Se o pedido estiver pendente por causa de dúvidas sobre a incapacidade do segurado, o segurado pode agendar uma nova perícia médica. O segurado deve apresentar os documentos solicitados pelo INSS no dia da perícia.

 

O acerto pós-perícia é um procedimento importante para garantir o pagamento correto dos benefícios previdenciários. O segurado deve estar atento ao andamento do processo e apresentar os documentos solicitados pelo INSS no prazo informado.

Fonte: Notícia da Manhã

________________________________________________________________________________

MEB Advocacia Especializada em Concursos Públicos



Você está procurando uma advocacia especializada em concursos públicos?

Fale Conosco Agora
Como funciona a desistência de nomeado e nomeação do próximo ao cargo?

A jornada de um concurso público não termina com a aprovação; ela segue um caminho que inclui a



ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM CONCURSO PÚBLICO

Chamar no Whatsapp