Atendemos todo o Brasil -
011 3101-2261

M.E.B. Advocacia

Publicações

Com Enem dos Concursos, governo quer aumentar diversidade no serviço público

A ministra da Gestão e Inovação, Esther Dweck, disse em entrevista coletiva nesta quarta-feira (10/11) que a descentralização do Concurso Público Nacional Unificado tem como objetivo trazer mais diversidade ao serviço público, pois a novidade favorece candidatos sem condições de viajar para Brasília para fazer as provas.

 

Queremos o serviço público com a cara do Brasil. Já temos uma diversidade regional em Brasília, mas pode ser ampliada. Muitas vezes as pessoas precisam se deslocar para Brasília ou, na melhor das hipóteses, ir para as capitais.”

 

Apelidada de Enem dos Concursos, a seleção terá provas simultâneas em 220 cidades no dia 5 de maio. Pela manhã, ocorrerão a prova objetiva de conhecimento geral e a prova dissertativa, com conhecimentos específicos. À tarde, ocorrerá a prova objetiva de conhecimentos específicos.

 

Ao todo, serão 6.640 vagas divididas em 21 órgãos federais. As inscrições começarão no próximo dia 19 de janeiro e vão até 6 de fevereiro.

 

Embora a banca responsável pelo concurso seja a Fundação Cesgranrio, as inscrições ocorrem no portal gov.br. Para se inscrever, será necessário ter conta no portal. A taxa de inscrição custará R$ 60 para nível médio e R$ 90 para nível superior.

 

A taxa dará aos candidatos o direito de disputar várias vagas em diferentes órgãos federais, desde que dentro do mesmo bloco temático. Poderão pedir isenção da taxa inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), doadores de medula óssea e bolsistas ou ex-bolsistas do Programa Universidade para Todos (Prouni) ou do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 

Segundo o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos, o concurso deverá atrair de dois milhões a três milhões de candidatos.

 

Das 6.640 vagas previstas, 5.948 são para nível superior (graduação) e 692 são de nível médio. Os salários variam de R$ 3,7 mil a R$ 23 mil. A divulgação final dos resultados ocorrerá em 30 de julho, com o início da convocação para a posse e para os cursos de formação em 5 de agosto. Com informações da Agência Brasil.

 

Confira abaixo mais informações sobre o concurso:

Vagas
• Nível superior (graduação): 5.948
• Nível médio: 692
• Total: 6.640

Blocos temáticos
• Bloco 1: Infraestrutura, Exatas e Engenharia (727 vagas);
• Bloco 2: Tecnologia, Dados e Informações (597 vagas);
• Bloco 3: Ambiental, Agrário e Biológicas (530 vagas);
• Bloco 4: Trabalho e Saúde do Servidor (971 vagas);
• Bloco 5: Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (1.016 vagas);
• Bloco 6: Setores Econômicos e Regulação (359 vagas);
• Bloco 7: Gestão Governamental e Administração Pública (1.748 vagas);
• Bloco 8: Nível intermediário (692 vagas).

Reserva de vagas
• 20% para pessoas negras;
• 5% para pessoas com deficiência;
• 30% para indígenas nos cargos para a Funai.

Cronograma
• Inscrições: 19/1 a 9/2/2024
• Divulgação dos dados finais de inscrições: 29/2/2024
• Divulgação dos cartões de confirmação: 29/4/2024
• Aplicação das provas: 5/5/2024
• Divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e redação: 3/6/2024
• Divulgação final dos resultados: 30/7/2024
• Início da convocação para posse e cursos de formação: 05/8/2024

Inscrições
• Feitas na plataforma única (portal gov.br), com contas ouro, prata ou bronze;
• Taxa: R$ 60 (nível médio) e R$ 90 (nível superior);
• Isenção:
– Inscrito no CadÚnico;
– Doador de medula óssea;
– Bolsista ou ex-bolsista do ProUni;
– Bolsista ou ex-bolsista do Fies.
• Só será permitida uma inscrição por CPF.

Escolha das vagas
O candidato poderá concorrer a todos os cargos dentro do mesmo bloco temático, com as seguintes etapas de escolha:
• Etapa 1: escolher o bloco temático;
• Etapa 2: escolher os cargos dentro do mesmo bloco temático;
• Etapa 3: ordenar preferência entre os cargos;
• Etapa 4: ordenar preferência entre as especialidades;
• É possível expressar preferência entre todos os cargos e especialidades ou apenas em alguns deles.

Banca examinadora
• Fundação Cesgranrio

Provas
Nível superior
• Pela manhã (2h30 de duração): provas objetivas de conhecimentos gerais (20 questões) + prova discursiva de conhecimento específico do bloco;
• Pela tarde (2h30 de duração): provas objetivas de conhecimentos específicos (50 questões).

Nível médio
• Pela manhã (2h30 de duração): provas objetivas (20 questões) + redação;
• Pela tarde (2h30 de duração): provas objetivas (40 questões).

Fonte: Conjur

________________________________________________________________________________

MEB Advocacia Especializada em Concursos Públicos

 

 



Você está procurando uma advocacia especializada em concursos públicos?

Fale Conosco Agora
Como funciona a desistência de nomeado e nomeação do próximo ao cargo?

A jornada de um concurso público não termina com a aprovação; ela segue um caminho que inclui a



ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM CONCURSO PÚBLICO

Chamar no Whatsapp