Atendemos todo o Brasil -
011 3101-2261

M.E.B. Advocacia

Publicações

Candidato eliminado em exame psicológico retornará a concurso público

Candidato reprovado em avaliação psicológica por critérios subjetivos deve retornar ao concurso da PF. A decisão é do juiz Federal Francisco Alexandre Ribeiro, da 8ª vara Federal do DF da Seção Judiciária do DF, ao concluir que a falta de parâmetros objetivos gera aos candidatos a incerteza quanto ao que foi realmente avaliado.

O homem prestou concurso público para integrar o quadro da polícia rodoviária Federal, todavia, foi reprovado no exame psicológico. O candidato alegou que sua eliminação foi fundamentada por meio de critérios subjetivos, uma vez que o concurso não apresentou critérios objetivos e científicos que deveriam ser considerados no certame. Nesse sentido, pleiteou a anulação do ato administrativo e sua reintegração ao exame.

Em defesa, a União sustentou a legalidade da avalição psicológica.

Ao analisar o caso, o magistrado destacou que o edital do concurso “não trouxe o perfil profissiográfico exigido para o desempenho do cargo de policial rodoviário federal nem apresentou critérios objetivos para fins da avaliação psicológica do candidato”.

Pontuou que, no caso, ocorreu a avaliação psicológica realizada de acordo com a adequação do candidato ao perfil profissiográfico do cargo, “não se relacionando com a aferição de problemas psicológicos específicos que o impeçam de exercer a função pública pretendida”.

Nesse sentido, o juiz asseverou que devido a falta de parâmetros objetivos gera aos candidatos a incerteza quanto ao que foi realmente avaliado. Por fim, o magistrado julgou procedente o pedido para anular a reprovação e autorizou a participação do candidato nas demais etapas do certame.

Fonte: Migalhas



Você está procurando uma advocacia especializada em concursos públicos?

Fale Conosco Agora
Como funciona a desistência de nomeado e nomeação do próximo ao cargo?

A jornada de um concurso público não termina com a aprovação; ela segue um caminho que inclui a



ADVOCACIA ESPECIALIZADA EM CONCURSO PÚBLICO

Chamar no Whatsapp